terça-feira, 16 de outubro de 2012


A FAMÍLIA DE COLONOS MONKEN


Na "Relação dos colonos alemães vindos por conta do governo da província do Rio de Janeiro, e que existem atualmente em Petrópolis", de 1859, publicada por Guilherme Auler, somente consta o colono GUILHERME MONKEN, que veio para a Imperial Colônia de Petrópolis acompanhado de sua mulher e oito filhos, tendo recebido o Prazo de Terras nº 620, do Quarteirão Nassau.

Entretanto, consta que JACÓ MONKEN recebeu o Prazo nº 621 do mesmo Quarteirão, JOÃO JOSÉ MONKEN o de nº 672, enquanto HENRIQUE JOSÉ MONKEN, o de nº 673. 

HENRIQUE JOSÉ foi professor de escola pública criada pelo MAJOR KOELER.

 

                                           Família Monken (acervo fotográfico do Museu Imperial)







[i] FRÓES, José Kopke. Primeiros Tempos da Instrução Pública em Petrópolis. Tribuna de Petrópolis, 29 de junho de 1945.

2 comentários:

  1. os Hammes estão no mesmo lugar tem a casa onde nascerão os 09 filhas e ainda alguns pertence da época,TÃO QUERENDO EXPULSÁ-LOS DAS TERRA
    DE 1922 QUARTEIRÃO WORNS TEM ATE AS MAQUINAS DE COSTURA , AMOLADOR, FERRO DE PASSAR, TACHOS,FOGÃO , E FILHOS VIVOS , AJUDEM TEM QUE SER RAPIDO EU OS LEVO LA

    ResponderExcluir
  2. os Hammes estão no mesmo lugar tem a casa onde nascerão os 09 filhas e ainda alguns pertence da época,TÃO QUERENDO EXPULSÁ-LOS DAS TERRA
    DE 1922 QUARTEIRÃO WORNS TEM ATE AS MAQUINAS DE COSTURA , AMOLADOR, FERRO DE PASSAR, TACHOS,FOGÃO , E FILHOS VIVOS , AJUDEM TEM QUE SER RAPIDO EU OS LEVO LA

    ResponderExcluir