sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

COLONOS PIONEIROS ALEMÃES NOS ESTADOS DO RIO GRANDE DO SUL, PARANÁ E SANTA CATARINA*



É sabido que os alemães já visitavam e imigravam para o Brasil antes do fluxo imigratório. Mas com o agravamento dos problemas políticos e econômicos da Alemanha, em 1824 o processo inicia-se em grande escala. Os imigrantes alemães a princípio fixaram-se no Rio Grande do Sul e Paraná, depois Santa Catarina e Espírito Santo. Devido a unificação da Alemanha o fluxo imigratório é interrompido a partir de 1870.

13 de janeiro de 1824 - O primeiro navio, uma galera holandesa chamada ARGO aportou no Rio de Janeiro. Estes primeiros alemães foram enviados à Nova Friburgo.

13 de abril de 1824 - O segundo navio, galera hamburguesa chamada CAROLINA aportou no Rio de Janeiro e estes imigrantes foram também enviados à Nova Friburgo.

04 de junho de 1824 - O terceiro navio, outra galera hamburguesa chamada ANNA LUISE trouxe os alemães que instalaram-se na Província de São Pedro, hoje Rio Grande do Sul.

Aos fins de abril de 1828 embarcaram em Amsterdam com destino ao Brasil umas 60 famílias alemães originárias dos distritos de CochemA no Eifel. Os demais embarcaram em Bremen, nos navios alemães JOANNA JOKOBS (ou JACOBS) e CHARLOTTE LOUISE. Estas famílias foram destinadas à Colônia de São Pedro de AlcântaraB em Santa Catarina. A viagem marítima naquele tempo poderia levar até 90 dias, sendo que mulheres e crianças viajavam nos porões e os homens no tombadilho.

Junho de 1828 JOANNA JOKOBS aporta no Rio de Janeiro. Seus tripulantes ficaram na região por um período aproximado de 60 dias para então poder embarcar com destino à Desterro, hoje Florianópolis - Santa Catarina.

02 de outubro de 1828 o brigue CHARLOTTE ET LOUISE aportou no Rio de Janeiro, tendo partido de Bremem no dia 07 de junho do mesmo ano (em outros relatos consta dia 30). Este mesmo brigue chegou a fazer duas viagens da Alemanha ao Brasil.

28 de outubro de 1828 dois bergantis chamados LUIZA e MARQUÊS DE VIANNA partiram do Rio de Janeiro com destino à Desterro, por ordens do Inspetor de Colonização Estrangeira Monsenhor Pedro Machado de Miranda Medeiros. Os bergantis transportaram 146 famílias, totalizando-se em 635 pessoas: 523 pessoas eram provenientes de Bremem, originários da região de Eifel, sudoeste da Alemanha, ao norte do Rio Mosela (margem esquerda); mais 93 homens liberados da Legião Alemã (corpo da tropa de mercenários alemães no Exército Imperial Brasileiro que foram dissolvidos na Capital do Império); e 19 ex-integrantes do 27o Batalhão de Caçadores da Província de Santa Catarina, igualmente dissolvidos.

07 de novembro de 1828 - brigue LUIZA aportou em Desterro transportando 276 pessoas. No entanto por haverem adoecido durante a viagem, os imigrantes alemães from hospedados involuntariamente, completamente isolados na Armação da Lagoinha, antigo estabelecimento de pesca de baleias fundado na costa oriental da Ilha de Santa Catarina. Encontravam-se no local o 14o Batalhão do Exército. Neste estabelecimento os imigrantes receberam assistência médica por conta do governo provincial.

12 de novembro de 1828 - brigue MARQUÊS DE VIANNA aportou em Desterro trazendo 359 pessoas. Os tripulantes ficaram alojados em quartéis da cidade (campo de manejo), juntos aos Batalhões 4o, 8o, 18o, 27o de artilharia.

15 de janeiro de 1829 - imigrantes alemães vindos no Charlotte et Louise, foram do Rio de Janeiro transportados em navio nacional com direção ao sul do país, desembarcando primeiro em Antonina - PR, localidade denominada Porto de Cima.

06 de fevereiro de 1829 – De Antonina foram transportados para Rio Negro ficando lá em verdadeiro estado de abandono. E provavelmente alguns imigrantes permaneceram nestas localidades, pois historiadores marcam esta data 06 de fevereiro a de fixação da primeira colônia germânica do Estado, instalada em Mafra na região do Contestado, 24 dias antes da chegada dos alemães em São Pedro de Alcântara.

11 de fevereiro de 1829 - os primeiros imigrantes alemães, a maioria trazidos pelo Marquês de Vianna, foram levado à São José. Os alemães trazidos pelo brigue LUIZA foram levados à Colônia de São Pedro durante os meses do ano de 1829.

01 de março de 1829 – (data de fundação) a ocupação da Colônia São Pedro de Alcântara ocorreu. Esta colônia consistia na grande Florianópolis: Sede de Colônia, Santa Filomena, Vargem Grande (fundada em 1837), Leopoldina. E Colônia Itajahy no médio Vale do Itajahy.

Em novembro de 1829 - navio LUCINDA aportou trazendo mais 50 colonos, quase todos soldados do 28o Batalhão da Corte.

Em decembro de 1830 - paquete SANTA CATARINA trouxe mais 9 pessoas.01 de março de 1831 - charrua CARIOCA aportou trazendo 14 colonos que foram destinados à Colônia São Leopoldo.

Em 1836 e 37 várias famílias insatisfeitas com o solo precário da Colônia decidiram partir para a Colônia de Belchior no Itajahy-Açu. Outros obtiveram terras fundando a Colônia de Vargem Grande. E muitas outras famílias direcionaram-se para o Vale do Rio Itajahy, Arraial da Barra (Itajahy), Margens do Itajahy Mirim, Belchior, Pocinhos e Gaspar.

13 de abril de 1844 – A Colônia São Pedro de Alcântara eleva-se à categoria de Freguesia.

Por volta de 1846 - brigue ERIDANO levou imigrantes alemães provindos da Baviera e Holstein, do porto de Dunquerque (França) para o Brasil. No Rio de Janeiro embarcaram no bergantil VÊNUS com destino a Desterro.

28 de dezembro de 1846 - aportava em Desterro estes 114 alemães sendo 28 famílias das regiões de Loffelscheidt (aldeia de Hunsruck), Zell e Hirschfeld.

Março de 1847 - o segundo navio 14 DE NOVEMBRO trouxe duas levas de imigrantes entre 79 ou 81 pessoas. O terceiro era a galeota belga JEAN DE LACQUENGHIEN com 64 imigrantes (13 famílias e 3 homens solteiros) todos protestantes.Todos os imigrantes vindos no VÊNUS, 14 DE NOVEMBRO e JEAN DE LACQUENGHIEN estabeleceram-se na Colônia Santa Isabel.Em 1860 haviam 59 famílias com 258 indivíduos nesta colônia.

Entre junho e outubro de 1861 esta mesma colônia recebeu mais 281 pessoas. Em Palhoça os alemães eram procedentes de Pomerânia, Holstein, Saxônia, Westfalia, Oldemburg, Renânia, Baviera, Hunsruck, Palatinado, Hesse, Prússia, Wurtemberg, Saxe, Bremmen. Em São José os alemães eram procedentes da Renânia Meridional, parte do chamado Hunsruckc, e parte da margem do Rio Mosela, mais ao norte.

16 de abril de 1994 – A Freguesia São Pedro de Alcântara torna-se município.


*(Daisy Regina Llock em http://drk-historia.blogspot.com.br)

Nenhum comentário:

Postar um comentário